PJG_5599.jpg

Criada especialmente para essa exposição, a série “Emparedados” traz figuras humanas que se equilibram em parapeitos, propondo uma reflexão sobre o paradoxo entre a busca pelo equilíbrio, a ameaça da queda e a entrega ao abismo. 

 

Na literatura, a imagem do emparedamento aparece no conto “O gato preto” (1843) do escritor estadunidense Edgar Allan Poe (1809-849), considerado um dos criadores do gênero de ficção policial com obras carregadas de mistério e tensão. Além disso, é o autor do conto “Um homem na multidão”, texto que pode ser considerado como inaugural da reflexão entre o homem e a cidade, e que serviu de referência para criação da ideia do "flâneur" do autor francês Charles Baudelaire.

Marcal Athayde

Emparedados

Madeira

80X20X20cm