Karl Ernst Papf (Dresden, Alemanha, 1833 - São Paulo, São Paulo, 1910). Pintor e fotógrafo. Estuda na Academia de Pintura de Dresden, por volta de 1850. Em 1867, é contratado pela firma Albert Henschel & Cia., do fotógrafo alemão Albert Henschel (1827-1882) e migra para o Brasil, fixando-se no Recife. Realiza fotopinturas: retratos a óleo baseados em fotos, gênero comum no século XIX. O estabelecimento prospera, passa a se chamar Photographia Allemã e abre filiais em Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo. 

Em 1877, Papf muda-se para o Rio de Janeiro, então capital do Império, e, no ano seguinte, transfere-se para Niterói. Além dos trabalhos comerciais, dedica-se à pintura de naturezas-mortas e paisagens, com destaque para a pintura de orquídeas. Muda-se para Petrópolis em 1880 e inaugura o estúdio Photographia Papf em 1885. Produz encomendas para a família imperial, o que contribui para consolidar a reputação como retratista. 

No Rio de Janeiro, em 1882, expõe no Liceu de Artes e Ofícios e participa da Exposição Geral de Belas Artes (Egba) em 1897. Muda-se para São Paulo em 1899 e seu filho, Jorge Henrique Papf (1863-1920), assume a direção do estúdio em Petrópolis. Em São Paulo, trabalha para a filial da Photographia Allemã e monta estabelecimento próprio. Em 1980, uma retrospectiva de sua obra é realizada no Museu Imperial, em Petrópolis, e na Pinacoteca do Estado de São Paulo.